Make your own free website on Tripod.com

São José Operário


Pela grande e importante missão que DEUS confiou a São José, podemos aferir sua extraordinária virtude e santidade. Conforme ensina São Tomás de Aquino, DEUS confere as graças e privilégios à medida da dignidade e da elevação do estado a que destina o indivíduo. Pode-se imaginar dignidade maior que a de São José que, pelos desígnios de DEUS, devia ser esposo de Maria Santíssima e pai nutrício de seu divino Filho?

O Evangelho o define em três palavras: "José era justo." Ora, os santos doutores da Igreja afirmam que este qualificativo designa que São José possuía todas as virtudes num grau elevado de perfeição.

A Igreja chama-o também de "Santíssimo", qualificativo que não dá a nenhum outro Santo. Assim podemos deduzir que consumada perfeição ele atingiu!

Oh! que santo maravilhoso é o preclaro São José, diz São Francisco de Sales.

Dir-se-ia que ele foi tão perfeito ou que possuiu as virtudes no mesmo grau excelso em que as possuía a Santíssima Virgem Maria.

Ele era da família de Davi. Entre seus antepassados havia Patriarcas, reis e príncipes. À sua família fora prometido o trono com eterna bênção. Sua glória e grandeza decorre de pertencer à família que devia dar ao mundo o Salvador. Da haste de Jessé, e da estirpe de Davi, devia nascer o Messias prometido.

Que honra e que dignidade!

Nele verificou-se o sonho de José do Egito. O sol de justiça, a lua mística o veneram, as estrelas da pátria celeste se curvam diante dele. A Igreja lhe atribui um culto especial. Seu nome enche de alegria o Céu e faz tremer o inferno. Honram-no os Anjos e cumprem suas ordens.

Do livro "Exercícios de Piedade em Honra de São José" compilado pelo Pe. Pedro Antônio Bach, NDS


Esta página foi atualizada em 21/Maio/1998